BLOG

08/09/2019

Vamos ao México?  Olhar para a cara da morte sob um outro ponto de vista?  Refazer o pacto com a vida?

Tá saindo um grupo do Brasil para o México no dia 25 de outubro, com volta no dia 3 de novembro, para essa viagem que é ao mesmo tempo cultural, terapêutica e espiritual. A UNESCO (Organização das Nações iUnidas para a Educação, Ciência e Cultura) declarou no ano de 2013 a  festividade indígena do Dia de Mortos, “Obra Mestra do Patrimônio Cultural de la Humanidade”.

Sandra Sofiati leva você ao México, em finados, para celebrar a vida na Festa de Dia de Mortos: espaço milenar, mágico, caminho de autotransformação, conciliação com vida e morte, encontro com a cura. Essa viagem transformará sua vida!!!...

04/08/2019

A Festa de Dia de Mortos no México, considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, é uma grande oportunidade de reflexão e contato com o tema da morte. Olhar para a cara da morte sob o  ponto de vista da cultura mexicana nos surpreende, nos impacta e nos ajuda a refazer o pacto com a vida. 

A morte é um dos pilares da Filosofia Tolteca. Responsável pela transmissão da sabedoria ancestral do México Antigo ao Ocidente, através de Carlos Castaneda, Don Juan, sábio indígena, com uma amorosidade impiedosa, coloca-nos cara a cara com esse tema, orientando-nos a fazer da morte nossa companheira. Copio algumas de suas frases:

"Temos que pedir conselhos à morte, e deixar as malditas mesquinharias, que são próprias d...